É comum pensarmos que o endocrinologista é o médico que trata apenas de doenças relacionadas ao peso e à obesidade. Porém, a atuação desse especialista vai muito além. O endocrinologista é o médico responsável pelo cuidado das doenças e do desequilíbrio das glândulas endócrinas do corpo. Por sua vez, são essas glândulas que produzem e secretam para o sangue as substâncias conhecidas como hormônios. 

Dessa forma, o endocrinologista ajuda a diagnosticar e tratar problemas de saúde relacionados aos hormônios. Alguns casos podem reverter totalmente, outros só controle em níveis normais. De qualquer forma, o objetivo é ajudar a recuperar o bom funcionamento do organismo.

As glândulas responsáveis por produzir hormônios são: hipotálamo, hipófise, pineal, tireoide, paratireoides, suprarrenais, gônadas (testículos no homem e ovários na mulher) e pâncreas. Outros tecidos também estão associados ao controle de substâncias reguladoras. Entres eles estão a gordura, o estômago, intestino, rins e a pele, por exemplo.

Por isso, o campo de atuação do endocrinologista é extremamente vasto, visto que os hormônios regulam praticamente todas as funções orgânicas e circulam em todo o corpo através do sangue. Outra razão é que as alterações hormonais podem provocar diversas doenças, envolvendo o organismo como um todo.

Formação de um endocrinologista

Após seis anos de curso de medicina, o profissional que deseja atuar na área de endocrinologia deve realizar Residência em Clínica Médica, que terá duração de dois anos. Concluída esta etapa, é preciso passar por um novo programa de Residência Médica ou Especialização, agora em Endocrinologia e Metabologia, que tem duração de mais dois anos.

Para ser um endocrinologista titulado pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), também é necessário ser aprovado na prova para obtenção do título de especialista, organizado pela mesma sociedade.

Principais doenças tratadas pelo endocrinologista

Diabetes

A insulina é um hormônio produzido pelo pâncreas que controla a glicemia. Qualquer alteração na produção da insulina, em consequência, provoca alteração  no nível de açúcar no sangue. Esta situação pode caracterizar, assim, o estado de diabetes. Então, se existir histórico familiar ou, simplesmente, se você observar que está com muita sede, vontade recorrente de fazer xixi, ou ainda emagrecimento aparente e sem motivo, é hora de procurar o endocrinologista.

Doenças da tireoide

Um dos motivos mais frequentes da procura por um endocrinologista são as disfunções tireoidianas. Essa glândula pode apresentar muitas doenças, mas as mais comuns são o hipertireoidismo e o hipotireoidismo. Outros exemplos de doenças da tireoide são o Bócio Multinodular Tóxico, Doença de Graves e Tireoidite de Hashimoto.

Obesidade

Nos últimos anos, a obesidade foi reconhecida como uma doença. E, mais recentemente, como uma epidemia mundial. É fato que na obesidade múltiplos problemas que podem afetar a saúde das pessoas, além dos graves transtornos sociais e psicológicos que as acompanham. Sabe, no entanto, que a obesidade possui múltiplas causas, sendo uma delas alterações de vários hormônios. Nesse caso, o médico endocrinologista fará a investigação necessária para descobrir o porquê seu organismo não está funcionando corretamente.

Síndrome dos Ovários Policísticos

A irregularidade menstrual e as características decorrentes do excesso de hormônios masculinos no organismo feminino estão diretamente associadas ao desenvolvimento da Síndrome dos Ovários Policísticos, além de outras doenças, como o diabetes.

Osteoporose e osteopenia

Essas doenças são caracterizadas pela diminuição da massa óssea progressiva, ao mesmo tempo acompanhada pela piora da qualidade óssea. Quanto maior a fragilidade óssea, maior é o risco de fraturas.

Além das principais doenças, é recomendável procurar um endocrinologista, quando sentir mudanças no seu organismo, como alterações no sono e no desempenho sexual, por exemplo, níveis de estresse elevado, constipação intestinal crônica… Esses problemas podem indicar distúrbios hormonais. 

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como endocrinologista em Manaus!